MUSEU DO CLUB 2012

DEZEMBRO/2012

 

 

* Cerveja: Lindemans Faro

* Cervejaria: Lindemans

* Estilo: Lambic – Faro

* Álcool (%): 4,7% ABV

* País de Origem: Bélgica

As cervejas do estilo Lambic são elaboradas com trigo não malteado e não utilizam leveduras. Sua fermentação é feita apenas através de agentes naturais, processo denominado fermentação espontânea, o qual confere uma característica única para essas cervejas.

 

Em geral as lambics são cervejas ácidas, bem diferentes das Ales e Lagers. São produzidas apenas em uma pequena região em torno de Bruxelas, na Bélgica, devido aos microorganismos presentes exclusivamente neste local.

 

As cervejas classificadas como Faro são lambics adoçadas com açúcar, o que lhes confere uma sabor adocicado característico. A Lindemans Faro apresenta ainda notas de frutas vermelhas e uvas.

NOVEMBRO/2012

 

 

* Cerveja: Jever Pilsener

* Cervejaria: Jever Oetker Group

* Estilo: German Pilsner

* Álcool (%): 4,9% ABV

* País de Origem: Alemanha

Uma autêntica German Pilsner. De cor dourado-clara, boa carbonatação e corpo leve, chegando a uma excelente drinkability.

 

A cada gole é possível sentir o amargor herbáceo em harmonia com o adocicado do malte. O perfume de grama recém cortada se mistura com o aroma de pão e biscoito.

 

Com final seco e amargo, a Jever é uma cerveja simples porém muito saborosa e extremamente refrescante. Uma ótima combinação para o verão!

OUTUBRO/2012

 

 

* Cerveja: Prior 8

* Cervejaria: St. Bernard Browerij

* Estilo: Belgian Dark Strong Ale 

* Álcool (%): 8,0% ABV

* País de Origem: Bélgica

A cervejaria St. Bernard foi inaugurada em 1930 inicialmente como uma fábrica de queijos. Em 1946 assumiu a responsabilidade de fabricar a linha de cervejas St. Sixtus para o famoso mosteiro trapista Westvleteren. Em 1992 o contrato com o mosteiro expirou e então a cervejaria passou a produzir suas próprias cervejas. Dada sua história, é inevitável a compação entre sua linha de cervejas e as raras trapistas Westvleteren.

 

A St. Bernardus Prior 8 apresenta coloração marrom escuro e um sabor que combina malte, caramelo e frutas, especialmente frutas secas.

 

Passando por uma segunda fermentação na garrafa, seu aftertaste proporciona uma sensação equilibrada entre os sabores doce e amargo. Os 8% de álcool são muito bem inseridos chegando à uma excelente combinação!

SETEMBRO/2012

 

 

* Cerveja: Anchor Bock Beer

* Cervejaria: Anchor Brewing Company

* Estilo: Tradicional Bock

* Álcool (%): 5,5% ABV

* País de Origem: EUA

A “A tradicional celebração da primavera com um toque de modernidade. A textura acetinada escura da Anchor Bock, com suas sugestões ricas de chocolate, caramelo e malte torrada, é a nossa interpretação das cervejas fortes alemães que sinalizam a chegada da primavera.” Essa é a descrição da própria cervejaria sobre a Acnhor Bock.

 

Pela tradição as cervejas do estilo bock são produzidas para celebrar a chegada da primavera. Acredita-se que este estilo tenha surgido na cidade de Einbeck, na Alemanha. O termo “Beck” acabou se tornando “Bock”, palavra que em alemão significa bode. Por esse motivo grande parte das cervejas desse estilo estampam um bode em seus rótulos. Com o tempo, o termo bock passou a significar uma cerveja mais escura e forte do que as outras.

AGOSTO/2012

 

 

* Cerveja: Hazelnut Brown Nectar 

* Cervejaria: Rogue Ales Brewery

* Estilo: American Brown Ale

* Álcool (%): 6,0% ABV

* País de Origem: EUA

Para quem gosta de avelã esta cerveja é um prato cheio! A própria cervejaria a descreve com a frase: "Um toque de avelã a uma tradicional Brown Ale européia".

 

Essa cerveja apresenta uma belíssima coloração acastanhada, complementada por um espesso creme bege. Seu corpo é leve, tornando-a extremamente agradável e com um ótimo drinkability.

 

Além do avelã, a Rogue Hazelnut apresenta notas acastanhadas e de chocolate ao leite. Seu final ainda traz um leve sabor maltado. Seu sabor adocicado está na medida certa, em completa harmonia com seu corpo leve.

JULHO/2012

 

 

* Cerveja: Monster Ale

* Cervejaria: Brooklyn Brewery

* Estilo: Barley Wine

* Álcool (%): 10,1% ABV

* País de Origem: EUA

De cor acobreada, corpo licoroso e pouca espuma, essa cerveja tende a ficar cada vez melhor com o tempo.

 

A Moster Ale é uma cerveja intensa. Já no aroma é possível sentir seu alto teor alcoólico e seu dulçor predominante. Na boca percebe-se notas de nozes, tostado, madeira e cassis, nos remetendo instantaneamente ao sabor do vinho do Porto. É possível sentir também um delicado toque de lúpulo.

 

Com o aftertaste seco, o dulçor é amenizado porém a sensação de aquecimento proveniente do álcool torna-se cada vez mais presente. A Monster Ale pode ser definida como uma cerveja de exageros bem harmonizados, excelente!

JUNHO/2012

 

 

* Cerveja: Golden Glory

* Cervejaria: Badger Brewery, Hall and Woodhouse

* Estilo: Specialty Beer

* Álcool (%): 4,5% ABV

* País de Origem: Inglaterra

O estilo Specialty Beer é utilizado para agrupar as cervejas que não se enquadram em nenhuma outra categoria. Nesse esse estilo é permitido brincar com a imaginação, vale qualquer coisa!

 

A Golden Glory se enquadra nessa categoria pois é elaborada com a adição de flores de pêssego. Essa iguaria lhe confere, é claro, o aroma de pêssego, o qual é completado por toque florais e notas de melão.

 

O lúpulo utilizado nessa cerveja complementa todo esse conjunto de sabores lhe conferindo um paladar frutado e distinto amargor. A Golden Glory é uma cerveja inusitada capaz de proporcionar uma bela harmonia entre o toque de pêssego e o amargor.

MAIO/2012

 

 

* Cerveja: Straffe Hendrik

* Cervejaria: Halve Maan

* Estilo: Belgian Tripel

* Álcool (%): 9,0% ABV

* País de Origem: Bélgica

No passado, as cervejarias da cidade de Bruges produziam o que chamavam de “Brugse Tripel”. Era uma especialidade local baseada no estilo Belgian Tripel. Hoje, a Straffe Hendrik é a última autêntica “Bruges Tripel Beer”.

 

No aroma, a Straffe Hendrik Tripel apresenta notas frutadas, além de um toque cítrico em completa harmonia com a aroma de especiarias característico das cervejas belgas. No sabor a nota frutada dá destaque ao damasco. É possível sentir também o sabor caramelado do malte.

 

Os 9% de álcool são perceptíveis porém estão em total harmonia com o conjunto. E, para finalizar, o suave e agradável amargor do lúpulo dá um toque todo especial.

ABRIL/2012

 

 

* Cerveja: Boont Amber Ale

* Cervejaria: Anderson Valley

* Estilo: American Amber Ale

* Álcool (%): 5,8% ABV

* País de Origem: EUA

De coloração âmbar, carbonatação média e espuma robusta em tons de bege, essa cerveja não é filtrada e nem pasteurizada. No aroma e sabor existe um equilíbrio excelente entre a doçura do malte e o amargor herbal do lúpulo, os quais persistem por médio a longo tempo.

 

A Boon Amber Ale é uma cerveja suave e muito bem equilibrada. Não é a toa que ganhou tantos prêmios:

 - Ouro no Great American Beer Festival 1998

 - Ouro no World Beer Cup 1996

 - Prata no Great American Beer Festival 2003

 - Prata no California State Fair 2001

 - Prata no World Beer Cup 2001

 - Prata no California State Fair 1999

 - Prata no World Beer Cup 1988

 - Prata no World Beer Cup 1997

 - Prata no California State Fair 1995

 - Bronze no California State Fair 2005

 - Bronze no California State Fair 1997

 - Bronze no Great American Beer Festival 1995

MARÇO/2012

 

 

* Cerveja: Old Engine Oil

* Cervejaria: Harviestoun Brewery

* Estilo: Porter

* Álcool (%): 6,0% ABV

* País de Origem: Escócia

Essa com certeza é uma cerveja de grande personalidade, a começar pelo próprio nome! O fundador da Harviestoun Ken Brooker passou grande parte de sua vida trabalhando para a Ford Motor. A viscosidade da Old Engine Oil remetia Ken aos óleos de motor de carro do seu antigo emprego, o que fez com que ele atribuísse tal nome para a cerveja.

 

Essa cerveja é preta como óleo devido à adição de muito malte torrado. Além disso também é adicionado aveia, o que lhe proporciona uma textura aveludada.

 

No paladar e aroma o destaque principal é para o chocolate amargo porém nota-se também forte presença de café e malte torrado. Na boca é possível sentir o amargor proveniente do lúpulo.A Old Engine Oil é uma cerveja realmente intensa, aproveite cada gole!

FEVEREIRO/2012

 

 

* Cerveja: Schiehallion 

* Cervejaria: Harviestoun Brewery

* Estilo: Pilsen

* Álcool (%): 4,8% ABV

* País de Origem: Escócia

Schiehallion (She-hal-li-on) é uma montanha famosa na Escócia, freqüentemente encoberta pelas brumas refrescantes da manhã. Foi nesse ambiente especial que a Harviestoun buscou inspiração para essa magnífica cerveja. Delicadamente elaborada com lúpulo Hersbrücker Lager, Schiehallion é uma cerveja Lager marcante, seca e suave, com um sabor harmonioso e refrescante de grapefruit. A Schiehallion foi eleita pela revista Beers of the World como a melhor cerveja Pilsen do mundo em 2008.

 

A Schiehallion deixa o malte em segundo plano, dando total destaque para lúpulos com aromas cítrico e floral. Com um amargor na medida certa essa cerveja possui um drinkability perfeito, sempre induzindo ao próximo gole!

JANEIRO/2012

 

 

* Cerveja: Brooklin Post Road Pumpkin Ale

* Cervejaria: Brooklin Brewery

* Estilo: Spice/Herb/Vegetable Beer

* Álcool (%): 5,0% ABV

* País de Origem: EUA

Os primeiros colonos americanos, na procura por ingredientes locais para inserir em suas cervejas, se voltaram para as abóboras, que eram numerosas, saborosas e nutritivas. Misturadas com cevada, elas se tornaram um ingrediente comum nas cervejas. A Post Road traz de volta essa tradição. Centenas de kilos de abóboras são adicionadas em cada brassagem, criando um líquido de coloração âmbar alaranjado, com um aroma de abóbora e especiarias.

 

O sabor da abóbora é percebido com mais intensidade no final do gole. No inicio é possível sentir cravo e canela, remetendo assim ao sabor de um delicioso doce de abóbora.