MUSEU DO CLUB 2011

DEZEMBRO/2011

 

 

* Cerveja: Trappistes Rochefort 8

* Cervejaria: Abbaye Notre-Dame de Saint-Remy

* Estilo: Belgian Dark Strong Ale

* Álcool (%): 9,2% ABV

* País de Origem: Bélgica

A Rochefort 8 é produzida por uma das sete únicas cervejarias do mundo autorizadas a produzir cervejas com o selo “Trappist”. Tal cervejaria está localizada na Bélgica, próxima à cidade de Rochefort, e está ativa desde 1595.

 

Esta trapista de coloração marrom é levemente turva e apresenta uma densa espuma bege. Tanto no paladar quanto no olfato esta cerveja é extremamente rica em aromas. É possível encontrar notas amadeiradas além de café, chocolate, nozes, caramelo e, principalmente, notas frutadas dando destaque para as frutas secas como ameixa e passas.

NOVEMBRO/2011

 

 

* Cerveja: 5A.M. Saint

* Cervejaria: Brewdog

* Estilo: Amber Ale

* Álcool (%): 5,0% ABV

* País de Origem: Escócia

Ao ser servida essa cerveja forma uma espuma bege e persistente contrastando com a sua coloração avermelhada.

 

Seu aroma é extremamente lupulado lembrando notas de maracujá e abacaxi. Em segundo plano é possível notar também um suave aroma de caramelo proveniente do malte. O sabor acompanha o aroma, tendo seu final seco e amargo. O álcool é praticamente imperceptível.

 

A Brewdog 5A.M. é uma cerveja cítrica, leve e refrescante, características que lhe proporcionam um enorme drinkability. Excelente escolha para o verão!

OUTUBRO/2011

 

 

* Cerveja: Gouden Carolus Classic

* Cervejaria: Brouwerij Het Anker

* Estilo: Belgian Dark Strong Ale 

* Álcool (%): 8,5% ABV

* País de Origem: Bélgica

Seu colarinho cremoso em tons de bege combina perfeitamente com o vermelho rubi do líquido. Todo esse glamour se torna ainda mais completo na boca quando é possível sentir o seu toque aveludado.

 

No aroma e sabor essa cerveja continua impressionando, é possível sentir notas de café, malte torrado, chocolate e baunilha. O álcool é perceptível, porém muito bem inserido. É uma cerveja impressionante, vencedora de diversos concursos:

 

 - Ouro do World Beer Awards 2010

 - Ouro do World Beer Awards 2009

 - Ouro no European Beer Star 2007

 - Ouro do World Beer Awards 2007

 - Ouro no Australian International Beer Awards 2005

 - Prata no European Beer Star 2010

 - Bronze no European Beer Star 2006

SETEMBRO/2011

 

 

* Cerveja: Maredsous Blonde

* Cervejaria: Brouwerij Moortgat

* Estilo: Belgian Blond Ale

* Álcool (%): 6,0% ABV

* País de Origem: Bélgica

A cerveja Maredsous Blonde foi a primeira cerveja produzida pela abadia beneditina Maredsous. Hoje a cervejaria pertence ao grupo Moortgat porém as cervejas continuam sendo produzidas sob supervisão dos monges beneditinos.

 

De cor dourada, um pouco turva e com excelente espuma bege, essa cerveja apresenta notas adocicadas provenientes do malte. É possível notar também notas frutadas, um pouco cítricas, além do amargor proveniente do lúpulo. Seu final é seco e seus 6% de álcool são perceptíveis, porém muito bem inseridos.

AGOSTO/2011

 

 

* Cerveja: Liefmans Fruitesse 

* Cervejaria: Brouwerij Moortgat

* Estilo: Fruit Beer

* Álcool (%): 4,2% ABV

* País de Origem: Bélgica

O estilo Fruit Beer é caracterizado pela adição de frutas ou suco de frutas no processo de fermentação da cerveja, o que lhe confere o sabor característico da fruta utilizada. No caso da Liefmans Fruitesse são adicionados morangos, cerejas e framboesas.

 

Devido à adição dessas frutas a cerveja adquire uma linda coloração avermelhada e brilhante. Sua espuma também é levemente rosada.

 

As notas adocicadas das frutas são o ponto principal tanto no aroma quanto no sabor. Na boca também é possível sentir uma suave acidez. A sua carbonatação é alta tornando o visual da cerveja ainda mais bonito e proporcionando uma sensação de leveza na boca. O álcool é praticamente imperceptível tornando essa cerveja leve e fácil de beber.

JULHO/2011

 

 

* Cerveja: Aecht Schlenkerla Rauchbier Marzen

* Cervejaria: Brauerei Heller-Trum

* Estilo: Rauchbier

* Álcool (%): 5,1% ABV

* País de Origem: Alemanha

O estilo Rauchbier nasceu na cidade de Bamberg na Alemanha. Este estilo tem como principal característica o aroma e sabor de defumado provenientes da própria defumação do malte utilizado. A Aecht Schlenkerla é umas das mais importantes cervejas do estilo produzidas na cidade de Bamberg.

 

Sua coloração é escura e com toques avermelhados. Já no aroma e sabor o que predomina é o defumado lembrando notas de bacon.

 

O estilo Rauchbier é singular, capaz de proporcionar sensações bem diferentes das encontradas em outros estilos.

JUNHO/2011

 

 

* Cerveja: Schneider Weisse Tap 6 Unser Aventinus

* Cervejaria: Weissbierbraueri G. Schneider & Sohn

* Estilo: German Weizenbock

* Álcool (%): 8,2% ABV

* País de Origem: Alemanha

De coloração rubi escura é uma cerveja de trigo doppelbock. Não é filtrada e nem pasteurizada. É elaborada conforme a lei da pureza da Baviera.

 

No aroma é bastante intensa apresentando notas de chocolate, banana, cravo e uvas passas, além de uma certa picância no nariz. No paladar apresenta as mesmas notas do aroma, além do sabor tostados dos maltes escuros. Apesar de ter o álcool bem presente, este é muito bem inserido fazendo com que essa seja uma cerveja muito equilibrada e complexa. Não é a toa que ela já recebeu muitos prêmios:

 

 – Ouro no European Beer Star 2007

 – Prata no Australian Beer Awards 2009

 – Bronze no World Beer Cup 2008

 – Bronze no European Beer Star 2008

MAIO/2011

 

 

* Cerveja: Pilsner Urquell

* Cervejaria: Plzensky Prazdroj

* Estilo: Bohemian Pilsener

* Álcool (%): 4,4% ABV

* País de Origem: Rep. Tcheca

Originária da República Tcheca, a Pilsner Urquell é a primeira Pilsen do mundo! Em alemão Urquell significa “fonte original” portanto a tradução do seu nome significa “Pilsner da fonte original”, nada mais justo para a verdadeira pilsen. No seu país de origem é conhecida como Plzensky Prazdroj.

 

Em 1842, ano de sua criação, as cervejas claras eram raridade. Graças às ótimas condições locais, a excelente água e o malte de cevada cultivado localmente foi possível produzir uma lager dourada. Devido à tendência crescente de consumo em recipientes de vidro, os quais chamam a atenção para a coloração, a Pilsner Urquell se popularizou rapidamente.

ABRIL/2011

 

 

* Cerveja: Double Chocolate Stout

* Cervejaria: Wells & Youngs

* Estilo: Sweet Stout

* Álcool (%): 5,2% ABV

* País de Origem: Inglaterra

A Double Chocolate Stout Young consegue combinar o melhor do chocolate com o melhor da cerveja, criando assim um produto verdadeiramente extraordinário e gostoso. Para os amantes de uma boa cerveja e de um bom chocolate, essa é a cerveja perfeita!

 

Chocolate amargo e malte chocolate são misturados com uma deliciosa cerveja escura criando assim uma bebida doce e suficientemente alcóolica capaz de induzi-lo aos próximos goles.

 

Como se não bastasse ser maravilhosa, esta cerveja também é premiada. Foi vencedora da medalha de ouro no Brewing industry International Awards em 2000 e da medalha de prata em 2002.

 

Cerveja de chocolate não é exatamente uma novidade. Os astecas e maias já fermentavam grãos de cacau para produzir bebidas alcóolicas. Então nós, do Club da Cerveja, convidamos você a viver essa nova experiência!

MARÇO/2011

 

 

* Cerveja: La Trappe Blond

* Cervejaria: De Koningshoeven

* Estilo: Belgian Blond Ale

* Álcool (%): 6,5% ABV

* País de Origem: Holanda

A La Trappe Blond é uma cerveja trapista clara e de alta fermentação. Seu sabor é fresco e frutado, na boca é levemente amarga. É uma cerveja refrescante e com espuma persistente. Ideal para acompanhar peixes, queijos e saladas.

 

A cerveja trapista é um tipo de cerveja produzida sob a supervisão de monges. Apenas sete mosteiros no mundo todo estão autorizados a produzir tais cervejas. Seis deles estão localizados na Bélgica e apenas um na Holanda, o Koningshoeven.